WIT Gestão de patrimônio: na era das start-ups voltamos ao conceito das velhas cadernetas. E eu te explico o porquê

Por: Tomás Zakia, sócio-idealizador da WIT

O título deve causar espanto nos tempos em que vivemos, já que um simples apagar e acender de luzes é controlado na palma da mão por aplicativos obedientes à tecnologia smart de automatização das residências. É uma mera provocação com um bom fundo de razão e agora você vai entender onde quero chegar.

A WIT faz um trabalho fortemente personalizado para a gestão de patrimônio, apesar do termo “personalizado” me incomodar um pouco. Acho até que se tornou lugar-comum usado de forma massificada para atrair clientes, quando não necessariamente um produto ou serviço foi feito para você. Temos uma filosofia bastante peculiar no mercado financeiro voltada à gestão de patrimônio, porque partimos do pressuposto que quando você quer adquirir um produto para atender uma necessidade bastante específica, este deva ser único, te deixe confortável para usar e de qualidade. Uma roupa para uma ocasião especial. Aquele restaurante em que a comida que o chef prepara com seus ingredientes favoritos e com o tempero exatamente como você gosta porque ele te conhece há tempos. Uma fragrância preparada por um perfumista de Grasse, na França, que adiciona notas únicas e te apresenta um perfume inédito e que se torna a sua marca registrada por onde passa.

Se tudo isso que citei faz sentido para você, por que seria diferente com a maneira com que alguém lida com o seu patrimônio? O mesmo patrimônio que carrega anos de trabalho, conquistas e faz parte de sua história.

Fiz analogias entre produtos e serviços que remetem à exclusividade para chegar ao ponto crucial das necessidades humanas, que é o como elas são atendidas.

Parece uma lógica simples, mas cada pessoa é um universo muito particular, cheio de nuances, desejos e objetivos próprios. Por isso acreditamos que conhecer o cliente a fundo em uma consultoria com um mapeamento de perfil completo é a chave para o sucesso da parceria na gestão de patrimônio. Uma relação de confiança que para a WIT começa com os mesmos moldes daquele velho senhor que há décadas passadas tinha um armazém de bairro e anotava tudo relativo aos seus clientes em uma caderneta: o que comprou, quando, quanto pagou e outros detalhes que fazia daquele pequeno estabelecimento quase que a moradia de um guru do consumo, tamanho o conhecimento do proprietário sobre seus fregueses, que obviamente ele conhecia por nome, sobrenome e hábitos de consumo. Essas informações valiam ouro!

Com a evolução da economia, estes negócios pequenos de bairro foram sendo gradativamente substituídos pelas grandes redes de varejo. Os clientes passaram a freqüentar um local de atendimento frio, em que eles eram apenas mais um na multidão entre corredores de produtos e rostos desconhecidos.

Com a ajuda da tecnologia obviamente, mas com o mesmo conceito “olho no olho” e profundo conhecimento de suas necessidades é a forma em que a WIT realiza a gestão de patrimônio. Nossa arquitetura inteligente permite moldarmos maneiras individualizadas para atender seus objetivos e aumentar a rentabilidade de seus negócios de acordo com suas necessidades. A “caderneta” de informações da WIT é acrescida de processos ágeis, equipe experiente e inúmeras outras vantagens que reforça o atendimento pessoal ao estilo tête-à-tête.

Afinal, quanto mais nos conhecermos, maior é o leque de opções que podemos te oferecer para a gestão de patrimônio com traquilidade, confiança e respeito.

Tomás Jordan Zakia

Bacharel em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP e pós-graduado em Economia Financeira, Gestão e Estratégia de Empresas pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP é idealizador e sócio do Grupo WIT.

Quem somos
Serviços
Normas
Junte-se a nós
Política de Privacidade
Linkedin
Instagram
Facebook
Whatsapp